O que é conversão de dados? Veja como funciona e principais ferramentas!

A conversão de dados em informação relevante tornou-se um dos pilares estratégicos de qualquer empresa que queira visibilidade, competitividade e aumentar as vendas nos dias de hoje.

Vale salientar que esse fenômeno não é por acaso. Afinal, ele é resultado direto das novas dinâmicas de mercado, frutos da mudança para o cenário digital.

Os números podem ser até assustadores para um leigo, mas todos os dias são gerados cerca de 2.5 quintilhões de dados todos os dias a partir de práticas e processos na rede mundial de computadores, segundo informação da Techjury.

Esses registros quando sofrem o devido tratamento devem agir na orientação do processo de tomada de decisão em diversos setores da organização, como também no desenvolvimento e aprimoramento de estratégias.

Mas qual seria esse tratamento? A conversão de dados! Por isso, nesse artigo, falaremos desse tema tão importante para a inteligência competitiva das empresas. Vem com a gente!

O que é conversão de dados?

A conversão de dados consiste na capacidade de uma organização em saber coletar os registros brutos disponíveis e transformá-lo em uma informação ou insight valioso para os objetivos da empresa.

Isso se dá porque antes de ser processado e analisado por uma tecnologia capaz, os dados que estão disponíveis nas redes ainda estão “brutos”. 

Dessa forma, é como se eles precisassem passar por um processo de lapidação para que se torne uma informação relevante e estratégica para a organização.

Portanto, a conversão surge como a parte elementar e primeira da inteligência de dados. Ele é sinônimo, assim, de toda a engenharia computacional que atua com a coleta e análise do material previamente disponível.

Como funciona a conversão de dados?

Antes de tudo, é fundamental que o profissional responsável pela conversão de dados saiba quais são os registros mais importantes para os objetivos estratégicos do negócio. Afinal, existe um volume gigantesco de material disponível, e, entre eles, muitos são irrelevantes.

Definidos os objetivos corporativos, faz-se necessário o investimento em tecnologias capazes de coletar e analisar esse material. É nesse processo que entram as ferramentas de inteligência artificial, que se utilizam de tecnologias de big data e machine learning para fazer a análise de dados.

Big data e machine learning

O big data representa uma grande quantidade de dados apreendidos que denotam e antecipam padrões de comportamento. A partir dessa assimilação, o software age segundo uma linha lógica de comportamento que simula o raciocínio humano.

Dentre os principais fundamentos dessa tecnologia estão os 5 Vs:

  • Volume, que responde à grande capacidade de dados que a tecnologia consegue armazenar.
  • Velocidade, que representa a agilidade com que a tecnologia consegue coletar e processar os registros.
  • Veracidade, que assinala a capacidade filtrar a qualidade de dados corretos que serão utilizados.
  • Variedade, que responde às diversas fontes dos registros, que podem ser internas e externas.
  • Valor, que representa a relevância do big data de gerar valor e inovação às organizações.

Outro subconjunto relevante nesse processo é o machine learning. Ele representa a capacidade da máquina de aprender e atribuir respostas esperadas a diferentes combinações dos dados armazenados pelo big data

O que é Machine Learning? Entenda como funciona a tecnologia

Cruzamento de dados internos e externos

Os dados internos são aqueles registros gerados e coletados pela própria organização, como por exemplo:

  • transações e práticas internas;
  • documentos;
  • histórico de pagamentos;
  • balanço comercial, entre outros.

Já os dados externos são aqueles colhidos a partir de métricas e indicadores relevantes do público-alvo (ou buyer persona) e do segmento de atuação, como por exemplo:

Dessa forma, durante o processo de conversão de dados, a ferramenta de automação consegue fazer o cruzamento desses registros para a partir dele conseguir obter informações mais complexas, além de soluções inteligentes que atuem diretamente no processo de tomada de decisão.

Como usar dados para o processo de tomada de decisão?

Quais os principais benefícios da conversão de dados?

Os tempos de transformação digital nos mostraram que não há mais espaço para tiros no escuro ou tomadas de decisão às cegas. 

É providencial para que as empresas se mantenham competitivas no mercado que invistam em tecnologias de conversão de dados e inteligência artificial

Afinal, é em setores estratégicos da empresas, como de Marketing e Vendas, que essas ferramentas demonstram os melhores resultados.

Dentre os principais benefícios da análise inteligente de dados para um negócio podemos enumerar:

Como implementar uma tecnologia de conversão de dados no meu negócio?

 O Scora Journey pode te ajudar a elevar o patamar de relacionamento entre a marca e seus clientes por meio da transformação de dados em informação valiosa e estratégica. 

Ele é uma ferramenta de gestão de dados que visa melhorar a performance da organização a partir de uma análise embasada e sofisticada. Além do mais, a plataforma possui interface simples e é facilmente manipulada por qualquer usuário não técnico.

O Scora Journey se destaca pelas seguintes características:

  • comparar performances de campanhas de vendas atuais com antigas;
  • a partir da base de dados, oferecer lista de recomendação de clientes que poderiam se beneficiar da mesma oferta de produto ou serviço;
  • criar uma lista de leads (clientes em potencial) fora da base de dados da empresa;
  • fornecer um big data com histórico detalhado de clientes específicos para comparar com o comportamento de outros similares;
  • aferir dados geográficos e performances de engajamento de produtos ou serviços anteriores, embasando assim insights para orientar os próximos passos

Quer se aprofundar mais no assunto e assim melhorar os indicadores de venda? Converse com um especialista da Oncase para avaliar uma solução inteligente para o seu negócio.

Gostou do conteúdo? Mostramos como a conversão de dados é fundamental para que as empresas desenvolvam a inteligência competitiva e ganhem relevância no mercado digital.Se quiser ler mais conteúdos sobre marketing, vendas e análise de dados no mundo digital, fique de olho no nosso blog! Boas vendas!

Henrique Tavares
Henrique Tavares

No Comments

Write a Reply or Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *